segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Então e por cá?

Olhem...

Por cá andamos...
Os problemas de saúde que referi no ultimo post não estão resolvidos, mas estão minimizados... Resumindo muito rapidamente, aquilo que se pensou ser uma depressão profunda transformou-se em doença bipolar, pelo que agora também está do nosso lado aprender a viver com os dias eufóricos e bem como com os dias depressivos...

A minha maltinha pequena está bem e recomenda-se.
Depois de um inicio de ano lectivo muito atribulado, com a mais velha a mudar de creche e a ser terrivel deixa-la lá diariamente pela birra que ela fazia, e os mais pequenos pela primeira vez longe dos cuidados da família, tudo se resolveu, e felizmente acho que até correu muito bem...

E o meu emprego... Pois... Cá continuamos... De facto este não era de todo o meu emprego de sonho. As coisas aqui não são nenhum mar de rosas, mas pelo menos pagam ao fim do mês, certinho... Cada vez me preparo mais para ver o meu contrato rescindido no final do período experimental, da mesma maneira que cada vez me convenço mais que ainda não fui dispensado porque isso iria implicar que o serviço de pessoal ficasse sem ninguém que perceba efectivamente desta função... Felizmente o mercado é vasto, parece-me que já esteve pior, e já tive algumas propostas que ainda não aceitei porque aqui estou a 5 minutos de casa e posso ir levar e buscar a pequenada toda à creche, coisa que trabalhando mais longe, mesmo que pouco, se tornaria complicado... Veremos o que o futuro me reserva.

De resto está tudo bem, muitas noites sem dormir, muito choro e birras, muita sopa espalhada pela casa toda, basicamente o normal para quem tem filhos; já que neste momento a minha vida resume-se a ser pai e trabalhador, mais nada...



2 comentários:

Isabela disse...

Realmente há períodos difíceis... Mas certamente vai passar e vão sair mais fortes.
Tudo a correr pelo melhor e muita força.

S.o.l. disse...

Um dia de cada vez.

E muita força...!